Brasil é o país da América Latina que mais sofreu com ataques cibernéticos em 2021

Post_IBM (1)

SEGURANÇA CIBERNÉTICA | Dados da IBM Security mostram que o Brasil é o país da América Latina que mais sofreu com ataques cibernéticos em 2021, seguido de México e Peru. Entre os incidentes, 27% representam ataques causados por credenciais roubadas, como senhas de acesso a sites e sistemas.

Na lista de indústrias afetadas, a manufatura foi a mais atingida, com 20% dos ataques, o que reflete uma tendência global. Em seguida, aparecem mineração, com 17% dos casos registrados, serviços profissionais, energia e varejo, essas três com 15% das ocorrências cada uma.

Entre os tipos de ataque mais comuns, o ransomware liderou a lista em 2021, tanto globalmente quanto na América Latina, representando 32% dos incidentes de segurança no Brasil.

Uma das alternativas para que as empresas evitem ataques cibernéticos, por meio de testes constantes em seus sistemas, é o uso dos Bug Bounty Programs (Programas de Recompensa por Bugs), que representam autorização dada pela companhia para que hackers façam avaliações de segurança em seus ativos em troca de recompensa, caso vulnerabilidades sejam encontradas.

Veja aqui nosso report sobre o tema.

Acesse também nossa cartilha sobre “Como identificar e reagir a incidentes de segurança”.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp