Como os programas de computador nos treinaram a colocar em risco nossa privacidade

ww_200520213427-620x335-1

ÉTICA BY DESIGN | O costume de clicar em botões como “Li e estou de acordo” ou “Aceito” sem efetivamente ter realizado a leitura dos termos pode colocar nossa privacidade em risco.

De acordo com artigo científico dos pesquisadores Rainer Böhme e Stefan Köpsell, as pessoas possuem tendência a aceitar com mais facilidade qualquer coisa que se assemelhe com um EULA, que, em português, é chamado de “Acordo de Licença de Usuário Final”. Um EULA é aquela famosa caixa de diálogo pedindo que o usuário clique no aceite dos termos. 

Segundo a pesquisa, que foi aplicada a 80 mil usuários em uma ferramenta de privacidade on-line, entre as razões para que esses termos sejam aceitos sem leitura e atenção aos detalhes estão quesitos como falta de escolha; inaptidão; e, principalmente, hábito.

O levantamento mostra também um dado estarrecedor que mais de 50% dos usuários levaram menos de oito segundos para apresentar uma decisão para o diálogo de consentimento, o que é um período muito curto para leitura de um texto.

Leia o artigo assinado por nossa sócia Danielle Serafino. O texto foi publicado no ESTADÃO.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp