Principais aspectos debatidos no Congresso de Direito Digital, Tecnologia e Proteção de Dados

MicrosoftTeams-image - 2022-06-20T112918.221

PROTEÇÃO DE DADOS E DIREITO DIGITAL | No último ano, 2 em cada 10 empresas foram vítimas de incidentes envolvendo dados pessoais. É o que aponta pesquisa realizada pela Opice Blum Academy durante o Congresso de Direito Digital, Tecnologia e Proteção de Dados, com respostas de advogados, profissionais de TI, compliance, RH, encarregados de dados pessoais, profissionais de segurança da informação, consultores na área de dados, entre outros setores.

Em entrevista ao Valor Econômico, a advogada, sócia e diretora–executiva da OBAC, Alessandra Borelli, afirmou que o objetivo do levantamento foi apurar o nível de maturidade das empresas em relação à adequação à LGPD. Para ela, 20% “é um percentual alto, considerando que a principal porta de entrada para credenciais comprometidas pode demorar mais de 100 dias para ser identificada”.

Elaboramos report com os demais dados obtidos por meio da pesquisa, entre os quais se destacam a presença de Encarregado ou DPO (Data Protection Officer) em mais de 83% das companhias, bem como a necessidade de implementação ações educativas em segurança da informação na maior parte das companhias.

Além disso, abordamos no material as principais conclusões dos painéis ocorridos durante os dois dias de Congresso. Entre os temas estão cibersegurança, e-games, metaverso, Open Finance, direito dos titulares de dados, LGPD e os agentes de pequeno porte, concorrência digital, gestão de terceiros e a agenda regulatória da ANPD.

Acesse aqui o report na íntegra.
Leia aqui a reportagem do Valor Econômico.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp