Veja como proteger a segurança de seus dados caso seja vítima de roubo ou furto de celular

G1_post (1)

SEGURANÇA CIBERNÉTICA | “Quando um aparelho é roubado desbloqueado, fica mais fácil os bandidos violarem certas medidas de segurança ou redefinirem senhas de acesso”, disse Renato Opice Blum, nosso chairman e sócio-fundador, em entrevista ao portal G1.

O advogado, que também é presidente da Associação Brasileira de Proteção de Dados (ABPDados), explicou que, para se prevenir em casos de roubo ou furto de smartphone, é importante tomar algumas medidas de segurança.

“É fundamental redobrar os cuidados com as configurações de segurança do celular e dos aplicativos. Isso porque o aparelho guarda muitas informações que podem permitir que os criminosos recuperem ou mudem senhas utilizando, por exemplo, dados armazenados em e-mails, redes sociais ou outras ferramentas disponíveis no smartphone”, afirmou.

Ainda segundo Opice Blum, “em tese, se o celular estiver bloqueado, com senha relativamente complexa e com atualização do sistema operacional, isso por si só já impediria ou deixaria muito difícil o acesso indevido”.

O advogado concluiu a entrevista ressaltando que, nos casos de furto ou roubo de celular, se o criminoso conseguir acesso ao aparelho, vai ter também acesso ao SMS da pessoa, muitas vezes ao e-mail e pode conseguir alterar as senhas ou receber a dupla autenticação para ingressar nos aplicativos”.

Acesse aqui a reportagem na íntegra.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp