Adriana Cansian defende tese de doutorado sobre Internet das Coisas (IoT), segurança cibernética e proteção de dados

Adriana Cansian_post (1)

INTERNET DAS COISAS | Nossa gestora de Segurança da Informação, Adriana Cansian, defendeu com êxito sua tese de doutorado, com o tema “Aspectos jurídicos relevantes da Internet das Coisas: segurança e proteção de dados”, pelo programa de doutorado em Direito Comercial da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP). É com muito orgulho que compartilhamos essa conquista da nossa advogada.

Orientada pelo professor Newton de Lucca, Cansian explicou como a Internet das Coisas (IoT, na sigla em inglês) tem ganhado cada vez mais espaço, principalmente devido ao aumento da coleta de dados a partir de dispositivos interconectados, sendo importante, no entanto, haver uma preocupação maior com a proteção de dados.

“Essa grande quantidade de dados coletados a partir da IoT expõe cada vez mais o titular, pois, na maioria das vezes, o desenvolvimento dos dispositivos interconectados não tem nenhuma preocupação com a segurança dos dados, tampouco com a transparência em relação aos direitos dos titulares”, afirmou. A advogada ressaltou a importância da sua tese no contexto da interdisciplinaridade do Direito e da Segurança da Informação, sendo sua área de atuação fundamental para a proteção de dados.

“É uma tese interdisciplinar que discute institutos seculares do Direito sob a perspectiva do desenvolvimento tecnológico. A partir de uma metodologia que envolve o operador do Direito em conceitos técnicos, porém necessários para o melhor entendimento do objeto de estudo, a minha tese ressalta a importância do domínio dos conceitos da Engenharia e da Ciência da Computação como atributos fundamentais para a prestação de melhores serviços no Direito Digital, tal como privilegiamos no Opice Blum, Bruno e Vainzof Advogados”, concluiu.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp