Café da Manhã Digital recebe o ex-ministro da Justiça Milton Seligman

Café da Manhã Digital recebe o ex-ministro da Justiça Milton Seligman

No Café da Manhã Digital de abril, recebemos Milton Seligman, ex-ministro da Justiça e atualmente professor do INSPER, membro dos conselhos de administração da Ambev, membro do conselho consultivo da CONIB – Confederação Israelita do Brasil e Global Fellow do Woodrow Wilson Center, entre outras atribuições. Seligman destacou que o mundo está vivendo uma transformação provavelmente maior do que a Revolução Industrial. A tecnologia, especialmente a internet que proporciona integração, parece não ter limite.

“As transformações são bem-vindas, mas o problema delas é que, de forma geral, as pessoas não conseguem se identificar nesse mundo novo. Elas se questionam, por exemplo, qual é seu papel, como resolver os problemas das suas vidas, como obter os recursos necessários para viver. Há uma sensação de desamparo”, disse. É nesse contexto que surgem posições populistas, de esquerda e de direita, que utilizam a sensação de desamparo para obter apoio. A visão dessas posições é que do jeito que está não dá, e, por isso, vamos “cancelar” tudo.

Sobre o Brasil especificamente, na visão de Seligman, o país vem perdendo oportunidades seguidamente ao longo de sua história. No mundo contemporâneo, as oportunidades estão na educação, com ensino universal e de qualidade, o que não é o caso brasileiro.

“Outra oportunidade é a ambiental, rumando nossa economia para de baixo carbono. A crise do clima reforça essa necessidade, e o Brasil está provavelmente mais bem posicionado – dentre todos os países – para obter sucesso nisso. O que falta no momento é liderança”, avaliou. Além disso, Seligman considera que é preciso criar condições para que tenhamos uma sociedade de classe média, reduzindo a pobreza. “Todos os países que se desenvolveram criaram uma classe média forte”, afirmou. “Até o momento, no ambiente eleitoral, não estamos debatendo – e, provavelmente, não vamos debater – esses grandes temas, com destaque também para a inflação, pois chegou recentemente a dois dígitos. A inflação agrava os problemas que existem na sociedade”, finalizou.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp