Gestora de Bancário Digital comenta sobre um ano do Pix e dá dicas de segurança

florence jr_Noticia

BANCÁRIO DIGITAL | O Pix, sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central do Brasil, completou um ano ontem, mesmo dia da entrada em vigor de novas medidas de segurança, como o bloqueio preventivo do recurso em caso de suspeita de fraude.

Já são 5,87 bilhões de transações realizadas no Brasil e mais de 100 milhões de pessoas utilizando a tecnologia. A popularidade dessa modalidade de pagamento chamou a atenção também de criminosos, com a alta do número de sequestros relâmpagos em São Paulo, que exigem da vítima transações via Pix.

Em entrevista ao Jornal da Record, nossa gestora de Bancário Digital, Florence Terada, disse que, por ser uma operação instantânea, após realizado o Pix, não é possível cancelar a transação.

“Nós recomendamos nunca realizar transferências imediatas. Sempre entre em contato, por meio de ligação, com a pessoa que você conhece para confirmar a operação financeira via Pix”, destacou. Outra dica de segurança é alterar o limite de transferência disponível para o Pix, evitando prejuízos maiores em caso de fraude.

Clique aqui e assista à entrevista completa.

Confira aqui nosso infográfico sobre as novas medidas de segurança do Pix.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp