Coleta indevida e exposição de dados de funcionários geram multa milionária na Alemanha

Uma empresa sueca do ramo da moda foi multada em 35,3 milhões de euros na Alemanha, por violações à proteção de dados de seus empregados, segundo anunciado pela Autoridade de Proteção de Dados de Hamburgo. O caso, que estava em curso desde 2014, envolvia o monitoramento de dados pessoais e de detalhes da vida privada dos empregados de um centro de serviços localizado em Nuremberg.

Segundo comunicado divulgado pela Autoridade, após a ausência de funcionários por motivos de férias ou até mesmo doenças, os supervisores conduziam conversas com os colaboradores em que eram registradas informações que variavam desde detalhes das férias até registro de doenças, além de registro sobre a vida familiar e crenças religiosas dos funcionários.
.

Leia aqui

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp