Plataformas mudam para combater notícias falsas

imagem_opice

Em entrevista ao Estadão, nosso sócio-fundador e chairman, Renato Opice Blum, destacou que as eleições deste ano ocorrem em um contexto de mudança das principais plataformas na internet, como WhatsApp, Facebook e Instagram, em relação aos protocolos de segurança e de monitoramento de redes de desinformação, notícias falsas e conteúdo ofensivo.

“O cenário é outro. Não só as plataformas estão mais abertas, como estão agindo proativamente. Em 2018 [ou seja, nas eleições anteriores], era difícil fazer cumprir uma ordem judicial. Hoje, muitas vezes, você não precisa ter a ordem da Justiça. A própria plataforma, com seus algoritmos, detecta e remove”, disse.

Leia a reportagem na íntegra.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp